Notícia da morte de Fausto Silva mancha internet


http://grupoaudienciadatv.files.wordpress.com/2010/09/pc_com_virus.jpg?w=288

A internet é um meio de comunicação poderosíssimo. É preciso atenção, vigilância, prudência para tê-la na mão. Entretanto nem todos usam desses artifícios e, em busca de atenção, banalizam a arte do informar. Ontem, um dia histórico, 60 anos de televisão brasileira, blogs e sites rapidamente alastraram uma notícia triste, não pelo fato em si, pois não havia veridicidade alguma na informação, mas pela forma como o fato se deu. A nota de que Fausto Silva tinha morrido.

“Blogs e sites devem saber que são formadores de opinião, devem usar da credibilidade e responsabilidade ao noticiar algo. Isso se chama ética.”, disse o colunista Marco Aurélio. É mais grave do que parece. Em junho desse ano, uma notícia falsa foi postada por um usuário anônimo no “Wikipédia” dizendo que a atriz Drica Morais tinha falecido. A informação provocou susto e pânico nos assessores e pessoas próximas a ela. A postagem com a falsa informação, incluída indevidamente na Wikipédia, no verbete sobre Drica Moraes, dizia, literalmente: “No dia 16 de junho a leucemia se agravou e foi internada em estado grave no hospital Albert Einstein, às 22 horas foi constatada sua morte. Muitos fãs fazem homenagens para a atriz, tanto em frente ao hospital quanto em sua casa.”

Mas calma. Não é novidade esse tipo de conduta. Segundo o advogado e economista Renato Opice Blum, sócio do Opice Blum Advogados Associados e especialista em Direito Eletrônico, esses casos aumentam conforme a internet se populariza. “Infelizmente, quanto mais se usa internet, esse lado ruim aumenta, especialmente quanto à difamação”, no entanto, a Justiça brasileira é a “mais rápida do mundo”, quando se tem o IP do autor da difamação. “Os tribunais brasileiros dão ordens judiciais em 24 horas para identificação de IP; para isso, temos de tirar o chapéu”.

Não é só na internet que episódios como esse vem à tona. Em fevereiro desse ano, a emissora de televisão espanhola RT Notícias divulgou uma informação falsa de que o exército da Romênia teria sido enviado por engano ao Taiti para ajuda humanitária, em vez do Haiti. E no mesmo mes do ano passado, quase todos os sites de informação televisiva publicaram nota dizendo que Alexandre Frota estaria de passagem certa pra Globo, foi apenas engano, quem estava saindo da Record e indo para a Globo é Ricardo Frota, responsável pelo departamento de comunicação.

Vamos torcer para que casos como esses não se repitam. Para a sorte de uns e azar de outros, Faustão não morreu e esquentará a briga por audiência, logo mais a noite.

Por: Breno Cunha

2 Respostas

  1. ta mas morreu ou não??

  2. ESTA NOTÍCIA PARA MIM FOI UMA PALHAÇADA DE MUITO MAL GOSTO. AS PESSOAS DEVERIAM PROCURAR UM SERVIÇO PARA FAZER EM VEZ DE FICAR DIZENDO PALHAÇADAS NA NET. CAMBADA DE CACHORROS PALHAÇOS! NÃO GOSTEI NADA DISTO!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.132 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: